DONATE

BJF na conferência de sementes do Xingu

By 3. novembro 2019News Home

O nosso Coordenador de Campo não está apenas cuidado dos viveiros, atendendo fazendas e gerando relatórios, ele também está interagindo com outras organizações dedicadas ao replantio e restauração da natureza. No final de setembro, após um convite feito pelo ISA (Instituto Socioambiental) à BJF, Carlos Eduardo compareceu à visita de campo da Rede de Sementes do Xingu de 2018. Foi uma expedição de quatro dias em Canarana (Mato Grosso) com foco na restauração ecológica guiada pela Rede de Sementes do Xingu.

Ele aprendeu bastante a respeito da técnica de restauração florestal conhecida como muvuca, onde milhares de sementes nativas, coletadas de áreas preservadas, são combinadas e semeadas sobre uma terra degrada em vez de serem plantadas individualmente. Esta técnica pode ser usada com 214 espécies de sementes e tem o potencial para semear por volta de 6.000 árvores por hectare após três anos – melhorando drasticamente a densidade da reflorestação. Foi promissor também descobrir que essa técnica tem potencial de ser usada no Cerrado, bem como na Amazônia.

Durante a conferência ele também foi instruído sobre a importância de estabelecer uma rede de sementes, com o intuito de envolver a comunidade local no processo de reflorestamento. Uma rede de sementes pode promover a cooperação entre as comunidades locais, poderes públicos e fazendeiros, para que todos trabalhem na recuperação da terra que pertence a eles. Isto gera ganhos para o povo local e pode ter um impacto social positivo para aqueles que vivem ao redor das iniciativas de restauração.

Eduardo ficou muito feliz de promover nossa missão na conferência e aprender mais sobre como fazer do nosso Corredor uma realidade! (Tradução feita voluntariamente por Arthur Reis)