DONATE
All Posts By

Eric Schoorl

10 de dezembro: a estação de plantação começa

By | News Home

Graças ao trabalho de nossa equipe no Brasil e as várias visitas de nossos parceiros técnicos na Bioflora, estão sendo feitos os preparativos finais para começarmos a plantar nesta temporada! A partir de 10 de dezembro, pretendemos plantar 10.000 mudas ao longo do corredor. Este será o começo de nosso trabalho para alcançar nossa meta anual: plantar o primeiro milhão de árvores até o final de 2019!

Atualmente, muitas dessas mudas estão germinadas e medindo entre 20 e 60 cm. Mais estão sendo preparadas esta semana e serão plantadas na fazenda Santa Fé, um dos nossos principais parceiros. Essas mudas se transformarão em árvores altas e pioneiras que fornecerão um abrigo para que possamos plantar mais tarde diversas espécies de árvores nativas por baixo. Isso é muito empolgante para a BJF enquanto entramos na próxima fase de nossa missão e começamos a colher os frutos de nosso trabalho. Anos de trabalho duro finalmente começaram a culminar na restauração do Corredor de Biodiversidade do Araguaia!

BJF VENCE COMPETIÇÃO PARA SE TORNAR A INSTITUIÇÃO DE CARIDADE PREFERIDA DA FCB!

By | News Home

Temos muito orgulho de anunciar que a BJF conquistou o 1° lugar na iniciativa “For Good” (“Pelo Bem”) da FCB Amsterdã! A FCB é um ator global: uma agência de publicidade de reconhecimento internacional com 120 escritórios em mais de 80 países pelo mundo. A filial de Amsterdã decidiu apoiar a BJF como sua organização de escolha, doando mais de 150 horas de tempo profissional a nós. Essas horas doadas podem ser utilizadas para estratégia, tempo de estúdio e criação, assim como gestão de projetos e contabilidade.

Das três instituições de caridade “pré-selecionadas”, a BJF conseguiu 49% dos votos totais, colocando-nos claramente na vanguarda das demais. Para nós, é incrível ver como corporações multinacionais estão começando a acreditar independentemente na importância da nossa missão e a doar horas de energia profissional e tempo para nossa causa.

Você tem outras iniciativas semelhantes no trabalho que gostaria de apresentar à BJF? Adoraríamos conhecê-las! Não hesite em nos contatar pelo email info@black-jaguar.org (Tradução feita voluntariamente por Pedro)

BJF na conferência de sementes do Xingu

By | News Home

O nosso Coordenador de Campo não está apenas cuidado dos viveiros, atendendo fazendas e gerando relatórios, ele também está interagindo com outras organizações dedicadas ao replantio e restauração da natureza. No final de setembro, após um convite feito pelo ISA (Instituto Socioambiental) à BJF, Carlos Eduardo compareceu à visita de campo da Rede de Sementes do Xingu de 2018. Foi uma expedição de quatro dias em Canarana (Mato Grosso) com foco na restauração ecológica guiada pela Rede de Sementes do Xingu.

Ele aprendeu bastante a respeito da técnica de restauração florestal conhecida como muvuca, onde milhares de sementes nativas, coletadas de áreas preservadas, são combinadas e semeadas sobre uma terra degrada em vez de serem plantadas individualmente. Esta técnica pode ser usada com 214 espécies de sementes e tem o potencial para semear por volta de 6.000 árvores por hectare após três anos – melhorando drasticamente a densidade da reflorestação. Foi promissor também descobrir que essa técnica tem potencial de ser usada no Cerrado, bem como na Amazônia.

Durante a conferência ele também foi instruído sobre a importância de estabelecer uma rede de sementes, com o intuito de envolver a comunidade local no processo de reflorestamento. Uma rede de sementes pode promover a cooperação entre as comunidades locais, poderes públicos e fazendeiros, para que todos trabalhem na recuperação da terra que pertence a eles. Isto gera ganhos para o povo local e pode ter um impacto social positivo para aqueles que vivem ao redor das iniciativas de restauração.

Eduardo ficou muito feliz de promover nossa missão na conferência e aprender mais sobre como fazer do nosso Corredor uma realidade! (Tradução feita voluntariamente por Arthur Reis)

A BJF em apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

By | News Home

“Diversidade biológica é mais do que plantas, animais e seus ecossistemas – é sobre pessoas e suas necessidades por segurança alimentar, remédios, ar fresco, água, abrigo e um ambiente limpo e saudável para viver.” – Convenção da ONU sobre Biodiversidade.

Do plâncton nos nossos oceanos às onças espreitando entre as florestas, a biodiversidade é a totalidade variada e distinta de todas as formas de vida na Terra. Para qualquer ecossistema se manter saudável e vivo, deve-se cuidar da biodiversidade. Isto porque diferentes espécies desempenham diferentes atividades dentro do ecossistema, e é a culminação de todas essas tarefas que mantém o ecossistema vivo e funcionando. Assim como uma multinacional não funcionaria sem a combinação de CEOs, gestores e funcionários, um ecossistema não consegue sobreviver sem o mix sinergético de predadores e caças, herbívoros e onívoros, flora e fauna.

Ecossistemas saudáveis nos fornecem produtos naturais e serviços vitais necessários para a sobrevivência humana. Por exemplo, florestas tropicais nos fornecem água limpa, oxigênio, comida e remédios. A Amazônia e o Cerrado sozinhos, os quais o nosso Corredor visa restaurar, produzem 20% do oxigênio, 30% da água limpa do mundo e 25% dos ingredientes de toda a medicina moderna.

Esses serviços e recursos críticos são necessários para o nosso desenvolvimento global e contribuem para os dezessete objetivos do desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (veja abaixo). Esses objetivos foram traçados pela assembléia geral das Nações Unidas em 2015, e são as dezessete iniciativas-chave que precisam ser mantidas se quisermos transformar o nosso mundo e começarmos a nos desenvolver sustentavelmente, assegurando nossa sobrevivência como espécie. Alguns exemplos dessas metas são: erradicar a pobreza, abolir a insegurança alimentar, manter a fonte de água limpa e o saneamento a todos no mundo. Saiba mais sobre as metas de desenvolvimento sustentável e como a missão da BJF promoverá cada um desses itens aqui.

Subsequentemente, a biodiversidade é uma fonte de grande importância para o benefício público, pois ela permite diretamente que nós alcancemos estes objetivos. Atualmente, estamos vivemos uma “década de biodiversidade” declarada pela ONU. Isto começou em 2011, após as Nações Unidas reconhecerem o quão crucial é a biodiversidade para a vivência da espécie humana e suas futuras gerações.

Como o projeto da BJF promove a biodiversidade? Temos investido uma expressiva porção do nosso tempo e recursos na garantia de que temos os melhores parceiros técnicos, engenheiros florestais e times no Brasil para promover a biodiversidade no Corredor. Nosso objetivo não é apenas reflorestar, mas, também, restaurar ecologicamente o Araguaia. Com cada hectare de terra, queremos metodicamente mapear a área e plantar uma grande quantidade de diferentes tipos de sementes, trazendo de volta a rica e a variada expansão da natureza que um dia reinou.

 

 

Você quer nos ajudar a alcançarmos nosso objetivo? Então faça parte e descubra a arte de fazer a diferença. (Tradução feita voluntariamente por Arthur Reis)

TANNIS ESTÁ CURTINDO COM A DANÇA JAGUAR EM APOIO A BJF

By | News Home

Tannis Zimmer é uma inspiração e prova de que cada ação pode desencadear uma reação em cadeia do bem. Enquanto morava em Winnipeg, Canadá, Tannis encontrou a Black Jaguar Foundation por acaso. Desde o momento em que ela soube do projeto de realização do Corredor de Biodiversidade do Araguaia, no Brasil, Tannis não parou de ajudar. Desde 2010, ela organiza continuamente sessões de dança para apoiar e arrecadar fundos para a nossa missão.

“Nós conseguimos realizar entre uma e três danças improvisadas anualmente nos últimos sete anos,” diz Tannis. As danças improvisadas Jaguar, como ela chama as sessões, envolvem oficinas de dança africana organizadas por ela e seus amigos. “Cada vez, a resposta que recebemos é incrivelmente positiva e as pessoas são generosas com suas doações. Nós até já tivemos pessoas que não dançam, mas ainda querem apoiar o projeto e deixam uma doação,” Tannis compartilha.

“Eu vejo isso como seres humanos apoiando seres humanos que estão dispostos a mergulhar de cabeça nas trincheiras em nome de nossa amada Mãe Terra” – Tannis Zimmer, amiga da BJF.

Tannis sentiu a primeira necessidade de fazer algo pelo meio ambiente após ver um pássaro ferido em uma tarde de domingo há quase dez anos e decidiu fazer uma pesquisa online sobre animais e natureza. Foi quando ela encontrou o site da BJF. “Eu li o site do começo ao fim e fiquei muito impressionada com a iniciativa e os detalhes do projeto do Corredor do Araguaia,” ela lembra.

Ela decidiu organizar uma apresentação de arrecadação para a BJF envolvendo artistas, empresários e profissionais que foram inspirados por ela para se juntarem à causa. “Acho que tínhamos cerca de 60 pessoas, todas entusiasmadas com o show e a fundação, para apoiar um projeto tão importante. Após o show, uma música espontânea e uma dança improvisada começaram e as pessoas que estavam assistindo na plateia se levantaram e começaram a dançar,” explica Tannis sobre como isso a levou a desenvolver a ideia das danças improvisadas Jaguar.

Tannis acredita que os seres humanos compreendem inerentemente a importância das florestas para o planeta, não importa onde estejam no mundo. Ela é imensamente grata por poder ajudar a BJF e o mundo, mesmo que seja de maneira pequena. Tannis encoraja outras pessoas a fazerem o mesmo. “Qualquer pessoa pode usar suas habilidades reunindo grupos de pessoas para um evento ou performance artística em que o público não se beneficia apenas participando da diversão, mas também faz algo pelo futuro do planeta.”

Você gostaria de organizar um evento de arrecadação de fundos para apoiar nossa missão? Se sim, não hesite em entrar em contato conosco em info@black-jaguar.org (Tradução feita voluntariamente por Helena Uchina)

Compre um relógio Iguazu e apoie a BJF!

By | News Home

A Iguazu é uma empresa crescente de relógios que se dedica a preservar as belezas naturais. Recentemente assinamos uma parceria emocionante com eles. Para cada relógio que você compra da Iguazu, você indiretamente doa à BJF para que possamos plantar três árvores nativas ao longo do Corredor. Comprar um relógio Iguazu é uma maneira excelente e elegante de apoiar nosso projeto!

O nome Iguazu é uma homenagem às gloriosas Cataratas do Iguaçu que fazem fronteira com o Brasil, a Argentina e o Paraguai. Essa beleza surpreendente faz parte das Sete Maravilhas da Natureza. As pulseiras dos relógios Iguazu também são feitas com couro reciclado (material que seria descartado pela indústria da moda). O conceito sustentável de desperdício zero da empresa está totalmente alinhado com os valores da BJF, tornando-os um ótimo parceiro patrocinador!

Você pode entrar no site da Iguazu e navegar pela seleção de relógios aqui. (Tradução feita voluntariamente por Eduardo)

Dê o presente da vida neste Natal

By | News Home

A BJF está cheia de alegria festiva! Atingimos tantos objetivos este ano que não seriam possíveis sem a ajuda voluntária e financeira de todos os nossos parceiros patrocinadores e equipe estendida. No entanto, nossa missão não para por aqui. Para se tornar um dos maiores projetos de reflorestamento do mundo, bilhões de árvores ainda precisam ser plantadas e bilhões de fundos ainda precisam ser arrecadados. Nesta temporada de festas, dê um presente para o planeta. Dê um presente para a próxima geração e dê um presente a si mesmo, doando para a nossa grande causa.

Você pode se envolver aqui. (Tradução feita voluntariamente por Eduardo)

ENVOLVENDO NOVOS PROPRIETÁRIOS RURAIS: ARAGUAIA ROADSHOW DA BJF

By | News Home

Julho passado, nosso engenheiro florestal – Eduardo Oliveira – e nosso coordenador de projetoDimitrio Schievenin – foram a um roadshow na região de Araguaia. O objetivo do roadshow era espalhar as notícias sobre o BJF para novos proprietários rurais, partes regionais interessadas e órgãos públicos. Eles tiveram muitas reuniões, inclusive com as Secretarias de Meio Ambiente de Marianópolis, Caseara e Santana do Araguaia, Secretarias de Agricultura de Caseara e Santana do Araguaia, membros de sindicatos rurais e agências do Estado do Tocantins. Havia um grande interesse em aprender mais sobre o projeto e as vantagens da restauração ecológica de todas essas entidades.

Foi impressionante ver o compromisso dos órgãos públicos com o meio ambiente – mesmo em cidades muito pequenas! Angela Barbosa, secretária de meio ambiente de Marianópolis, teve muito orgulho de fazer parceria com a BJF e prometeu um acordo com os proprietários locais. Os legisladores de Caseara sugeriram que os alunos visitassem o berçário da BJF para educação ambiental. A BJF realmente espera poder ajudar esses municípios a restaurar as áreas verdes de suas terras.

Você pode ver o artigo sobre a BJF do jornal local escrito aqui. (Tradução feita voluntariamente por Eduardo)

Inspiring video: Environmental lawyer Dr. Fernando Bedaque

By | News Home

We introduce you one of the most active members of the BJF Team in Brazil. Meet Fernando Bedaque, an experienced environmental lawyer who has added great value to the BJF skill set. Fernando has extensive knowledge concerning the Brazilian Forest Code and regularly assists our team with developing its strategies and even with representing the BJF in events and high-level meetings. His passion and expertise have been fundamental for our expansion and credibility in Brazil. Thank you so much, Dr. Fernando

At the start of 2018, Fernando was given the opportunity to set up an environmental division at the prestigious law firm Dinamarco, Rossi, Beraldo & Bedaque.  Respect, trust, technical excellence and personalized service are some of the characteristics that make Dinamarco, Rossi, Beraldo & Bedaque one of the most prominent legal firms in Brazil. We are fortunate to experience the same qualities in Fernando for his outstanding services and support to the Black Jaguar Foundation and we hope we may count on Fernando’s services for the years to come.