Skip to main content
DONATE
All Posts By

Ana Paula Mendes

Uma semana imersa no Corredor de Biodiversidade do Araguaia!

By Invisible on news page

Recentemente, nossa Coordenadora de Comunicação, Ana Paula Mendes, teve o privilégio de passar uma semana percorrendo o Corredor de Biodiversidade do Araguaia – e todas as iniciativas que envolvem este projeto tão gratificante e desafiador. E, de acordo com ela, não existe outra palavra para descrever esta experiência que não seja: inesquecível. Agora ela tem a missão de levar você, ainda que por alguns minutos, até lá. Vamos juntos? 

Espero que, após essa rápida viagem, vocês tenham se sentido ainda mais próximos e orgulhosos do que estamos construindo juntos. Seu apoio é fundamental para a realização do Corredor de Biodiversidade do Araguaia! 

Você gostaria de se juntar a nós na realização de um dos maiores corredores de biodiversidade do planeta? Faça parte dos Primeiros 600 AQUI.

Produção de vídeo sobre a parceria entre a Black Jaguar Foundation e a Fazenda Santa Fé, uma das primeiras parcerias rurais do projeto

By CAIXA

Em maio, a Black Jaguar, em parceria com a Fazenda Santa Fé, produziu um vídeo que conta a história da bem-sucedida parceria.

O vídeo pode ser visto neste link.

E aproveitamos a oportunidade para atualizar a página da Santa Fé em nosso site, inserindo vídeos e imagens de antes e depois de nossas áreas de restauração – confira aqui.

Total da Meta 1.1.1 alcançado: 53,55% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

Participação de Dona Eunice, coletora da Ressemear, no Jornal Nacional

By CAIXA

Em abril, o Jornal Nacional produziu uma matéria sobre o Rio Araguaia e a importância de preservá-lo. Entre os entrevistados, estava Dona Eunice, membro ativo da Ressemear, que reforçou a necessidade de restaurar suas margens.

A matéria pode ser acessada aqui.

Com isso, a equipe de Comunicação da Black Jaguar, em parceria com a analista de produção de sementes, produziu uma entrevista com Dona Eunice para tratar mais profundamente sobre o assunto e abordar a iniciativa da Black Jaguar e da Ressemear.

O vídeo com a entrevista pode ser acessado neste link.

Com esse material em mãos, utilizamos as redes sociais para promovê-lo.

Redes Sociais

Newsletter:

Total da Meta 1.1.1 alcançado: 53,55% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

Atividades de equipe de RH e Segurança do Trabalho em maio de 2024

By CAIXA

No mês de maio, a equipe de RH e SST realizou diversos treinamentos e Diálogos da Segurança (DDS) para os nossos colaboradores:

Treinamento teórico e prático de roçadeira para os novos colaboradores em Santana

Treinamento com a motocoveadora

DDS realizado com o tema de segurança na roçada.

Mais um treinamento com roçadeira

Treinamento para aplicação de Herbicida

DDS realizado com tema: limpeza e organização no ambiente de trabalho

DDS realizado com tema: Importancia do uso de EPIs

DDS realizado com tema: Importância do uso da luva de vaqueta.

DDS realizado com tema: Uso de cigarro no ambiente de trabalho

Dia das Mães

E foi realizado um café da manhã para as mães da BJF no dia 10/05/2024. Reconhecemos e valorizamos todas as nossas colaboradoras que equilibram o papel de mãe e profissional.

Total da Atividade 2.2.2 alcançado: 45,24% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

2ª Visita de constatação Caixa – histórias da Restauração do Araguaia

By CAIXA

Imersão na Restauração e na Educação Ambiental

A equipe de Comunicação e Gestão de Projetos da Black Jaguar vivenciou uma semana na região do Araguaia, conectando-se com as coletoras e coletores da RESSEMEAR – Rede de Sementes do Araguaia – e com o time de campo da BJF, testemunhando o impacto transformador do trabalho de restauração ecológica.

Dia 10/06: Marianópolis e Caseara (Tocantins)

Em Marianópolis, a equipe BJF (analista de produção de sementes, coordenadora de comunicação e coordenadora do projeto) visitou o PA Piracema e conversou com cinco coletoras da Rede de Sementes do Araguaia: Antonia, Dinaura Zago Sobrinho, Célia Hammer, Deusirene Nunes e Andressa Nunes. Cada uma com sua história única, elas compartilharam suas experiências como coletoras de sementes, exaltando a importância da preservação ambiental e do empoderamento feminino.

A jornada seguiu para Caseara, onde a equipe se encontrou com as visitantes da Caixa (GIGOV Palmas): Glauciane Verdolim e Denise de Souza dos Santos. Na prefeitura de Caseara, Glauciane entrevistou Mikaelle, assistente e brigadista na Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, que relatou a parceria com a BJF em ações de educação ambiental.

Depois, todos seguiram para o projeto de assentamento Onalício Barros e conversaram com Maria do Socorro Berson, liderança do grupo de coletoras de sementes. As histórias de Mikaelle e Socorro evidenciaram o papel crucial da Black Jaguar na educação ambiental e na geração de renda e oportunidades para as comunidades locais.

À tarde, a equipe BJF voltou para o PA Manchete, em Marianópolis, e conversou com Maria das Graças, Maria Aparecida e sua neta Maria Clara. As coletoras relataram como a renda proveniente da coleta de sementes possibilitou a realização de muitas de suas metas, incluindo a construção em andamento de uma casa de 2 cômodos para Maria Aparecida.

Dia 11/06: Santana do Araguaia (PA)

Impacto da Educação Ambiental

Em Santana do Araguaia, a equipe e as visitantes da Caixa, acompanhadas da coordenadora de parcerias rurais, visitou a APAE local, que atende 73 pessoas com deficiência intelectual e transtornos do espectro autista. Contando com 13 pessoas em sua equipe, a APAE se juntou à BJF em uma ação no Dia da Terra, onde 8 crianças atendidas puderam plantar árvores nativas.

A equipe também conheceu a Escola Infantil D. Elisa, que recebeu a organização no Dia da Água e das Florestas, em uma ação com palestras e distribuição de sementes nativas para 460 crianças entre 4 e 6 anos e para os 53 funcionários da escola.

O ciclo da restauração ecológica

Ainda em Santana do Araguaia, a equipe visitou uma área de restauração em propriedade rural com 2 anos de idade, guiadas pelo analista de restauração da BJF. Em campo, as visitantes puderam presenciar o resultado direto do ciclo da restauração, em uma área de preservação permanente à beira de uma represa onde já se presencia uma restauração bem formada.

E finalizaram o dia com uma visita ao Viveiro Florestal da Black Jaguar, colhendo depoimentos da analista de produção de mudas e de viveiristas para aprofundar o conhecimento sobre os processos de germinação e produção de milhares de mudas nativas para a próxima temporada de plantio (outubro de 2024 a março de 2025).

Dia 12/06: Barreira do Campo, distrito de Santana do Araguaia (PA)

O dia foi dedicado a entrevistas com o grupo de coletores de sementes na região ribeirinha da Barreira do Campo, às beiras do rio Araguaia. Eunice e Pedro Gomes, Creusa Guevara e sua filha Andreia, Aldeir Dias e mais outros 8 coletores compartilharam suas experiências, desafios e conquistas na rede de sementes.

Eunice e Creusa relataram suas experiências desde o início do grupo de coleta, destacando a importância de ampliar a base de clientes e a demanda por sementes para garantir a renda dos coletores. Aldeir, por sua vez, relatou sua trajetória de superação de problemas de saúde e sua nova função no grupo, acompanhando as negociações de compradores externos e demais parceiros.

Dia 13/06: Registrando o Progresso nas Fazendas Shallom e Santa Fé

A semana finalizou com filmagens de áreas em período de manutenção, documentando o progresso da restauração. A equipe acompanhou os diferentes resultados das técnicas de plantio com mudas e semeadura direta, conheceu áreas já consolidadas com formação de dossel e presença de indicadores de regeneração, como novas mudas espontâneas e serrapilheira,  e observou os benefícios da restauração para a biodiversidade.

Histórias que Inspiram e Transformam

Ao longo da semana, as visitantes da Caixa e o time da Black Jaguar tiveram a oportunidade de vivenciar de perto a transformação que o trabalho de restauração ecológica proporciona na região do Araguaia. As histórias das coletoras de sementes, dos beneficiários das ações de educação ambiental e dos líderes comunitários serviram como inspiração e reforçaram o compromisso da organização com a preservação ambiental e o desenvolvimento social.

A equipe da Black Jaguar agradece a todos que contribuem para o sucesso da restauração, especialmente ao Fundo Socioambiental da Caixa, pelo seu apoio à nossa missão no Corredor de Biodiversidade do Araguaia, e às comunidades do Araguaia, por sua acolhida calorosa e pela oportunidade de compartilhar suas histórias.

Total da Meta 4.1 alcançado: 33,62% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

Mapeamento e Validação em curso em maio de 2024

By CAIXA

Em maio, foram realizadas as análises do PRADA de 4 propriedades parceiras (propriedades com o CAR validado e o PRADA proposto), no total de 21.206,31 ha.

Também foram realizados os mapas para validação (áreas a serem validadas) – Field Maps – de 3 propriedades parceiras, em um total de 86,52 ha, e os mapas de pós-revalidação (áreas validadas restauráveis) de 2 propriedades, total de 122,87 ha.

Também foram realizadas as demandas abaixo:

  • Conferência das áreas consolidadas 1823
  • Estimativa de cerca – BJF180002
  • Estimativa de cerca – BJF210047
  • Mapas PRADA – BJF2100047
  • Mapas PRADA – BJF240001
  • Seleção de polígonos para estação 24/25 – BJF190003 e BJF220046
  • Consolidação 23/24

O conjunto de documentos de análise pré validação resultante para cada propriedade é encaminhado pela analista de geoprocessamento para a coordenadora de parcerias rurais e, após autorização do proprietário rural, segue para a etapa de validação presencial de áreas degradadas, processo realizado pelo analista de restauração.

A analista de restauração emite então os relatórios de pós validação e, a partir desta etapa, o processo retorna para as próximas etapas da articulação, até a assinatura de parceria. Com o Termo de Adesão assinado, o processo retornará para a equipe de restauração (analistas de geoprocessamento e restauração, coordenador técnico e coordenador de campo) e será elaborado o PRADA (Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas) das propriedades e assentamentos parceiros.

A METODOLOGIA

  • As atividades desta etapa, conduzida no início do processo de preparação de áreas degradadas para restauração, são realizadas pela analista de geoprocessamento e pelo analista de restauração, e tem como objetivo mapear previamente o tamanho do passivo ambiental e verificar a elegibilidade da propriedade abordada pela equipe de parcerias rurais para confirmar os critérios de participação no projeto. O mapeamento também permite detectar previamente a fitofisionomia original presente em cada local.
  • Os códigos de inscrição no CAR obtidos pela equipe de parcerias rurais são repassados à nossa analista de geoprocessamento que, por meio de imagens orbitais de diferentes fontes e composições espectrais, checa as informações declaradas pelo proprietário, comparando com a realidade mostrada na imagem. As áreas são vetorizadas novamente e reunidas em um novo arquivo. As inconsistências e resultados são apontadas em relatório que é apresentado ao proprietário rural.
  • A análise em campo, realizada pelo analista de restauração, confirmará o que foi mapeado especificamente quanto às áreas passiveis de restauração. Ele percorre as áreas mapeadas munidos de câmera fotográfica e GPS, em veículo próprio. Tem como objetivo verificar se o tamanho da área mapeada corresponde à realidade, o nível de degradação da área (se há erosão, gramíneas exóticas invasoras, presença de regeneração natural, solo exposto/compactado, lixo, etc.), eventuais obstáculos à restauração (acessos, rochas, concreções, animais de criação, etc.), facilidade de mecanização (de modo a auxiliar na escolha metodológica) e principais espécies observadas. São coletadas amostras de solo de modo a verificar a textura e a fertilidade. Com a análise do solo, das características locais e das espécies, tem-se a fitofisionomia original finalmente determinada. É um marco importante para planejar e iniciar o processo de restauração ecológica. Este processo leva de uma a duas semanas, a depender do tamanho das áreas.

Na divisão de tarefas da equipe, o trabalho cotidiano da analista de geoprocessamento é mapear, organizar e analisar as informações pré-validação. Depois são feitas análises como por exemplo recursos hídricos, comparação / diferença entre 2008 e hoje.

O processo de análise para cada propriedade gera um compilado de documentos, a saber:

  • Mapas, shapefiles
  • Estudo do CAR (Relatório)
  • Pasta de Validação: Subpastas pré validação (dados que serão encontrados em campo) e pós validação (dados que foram encontrados em campo, planilha remodulada com dados “reais”)

Total da Meta 2.1 alcançado: 70,59% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

Atividades da equipe de parcerias de articulação em maio

By CAIXA

Em maio a equipe de articulação seguiu com a validação e revalidação de áreas para restauração ecológica e parcerias com produtores rurais.

Validação e Revalidação:

  • No dia 6 de maio, foi concluído a validação na propriedade 1 em Santana do Araguaia, abrangendo áreas que não puderam ser validadas na primeira etapa devido a uma ponte caída.
  • Entre o dia 7 e 10 de maio foi dedicado a concluir a validação na propriedade 2 em Santana do Araguaia, com identificação de áreas passíveis de restauração e boas rotas de acesso.
  • Ainda no dia 10 de maio foi realizado a apresentação do relatório de campo referente à validação na propriedade 1 em Santana do Araguaia. A proprietária, Dona Sueli, mostrou-se disposta a restaurar todas as áreas sugeridas, e foi encaminhado o termo de parceria entre a BJF e os proprietários da fazenda.
  • Nos dias 16 e 17 de maio, foi elaborado o relatório de campo referente à propriedade 2 em Santana do Araguaia, apontando as áreas sugeridas para restauração ecológica.
  • No dia 22 de maio o analista de validação e parcerias rurais esteve na propriedade 3 em Santana do Araguaia, para recolher o termo de parceria assinado e esclarecer pontos sobre o processo de restauração ecológica.

Parcerias:

  • Na primeira semana de maio foi realizada nova reunião com proprietário de fazenda no município de Caseara, Tocantins. A propriedade já é parceira da Black Jaguar e recebe as atividades de plantio, portanto é aderente aos princípios da restauração ecológica, e nesta reunião foi pautada a alteração do contrato de parceria para incluir o aditivo de parceria com o Fundo Socioambiental da Caixa. Entretanto o proprietário não concordou em seguir com a alteração devido à cláusula referente à cessão do direito de forma irrevogável aos créditos de carbono das quais ao financiador.

Esta situação foi encontrada nos demais parceiros rurais de Caseara durante todo o período de mobilização da parceria Caixa e Black Jaguar. Com isso, estamos recomendando que, na cidade de Caseara, sejam realizadas as atividades de educação ambiental, com a forte presença de agricultores familiares nos projetos de assentamento de Caseara, enquanto as de restauração ecológica permanecerão concentradas nos 10 parcerios atuais de Santana do Araguaia (PA).

  • No dia 04 de maio, em parceria com a SEMUS – Secretária de Saúde do município de Santana do Araguaia, foi realizada uma campanha de doação de sangue, trazendo uma equipe do HEMOPA do município de Redenção. Foram coletadas 80 bolsas de sangue, e o evento contou com a presença de colaboradores da BJF, mobilizados pela equipe de parcerias rurais. A Black Jaguar disponibilizou mudas nativas para os doadores de sangue.

Ações como essa são de extrema importância, pois promovem a solidariedade e o engajamento da comunidade na doação de sangue, um ato que pode salvar inúmeras vidas. A participação dos colaboradores demonstra o compromisso e a responsabilidade social do Instituto Black Jaguar, reforçando a importância da união e do trabalho coletivo em prol da saúde pública.

Total da Meta 1.2 alcançado: 47,10% (Reprogramação 2)

As ações de mobilização comunitária, restauração e manutenção de áreas degradadas na região de Santana do Araguaia (PA) e Caseara (TO) fazem parte do programa Caixa Florestas, e são financiadas pelo Fundo Socioambiental CAIXA.

Nosso iniciador Ben Valks participa do júri do prêmio Orange Academy, organizado pela Câmara de Comércio Holandesa no Brasil

By News Home

Nosso iniciador, Ben Valks, foi convidado pela diretora da Câmara de Comércio Holandesa no Brasil (Dutcham), Peggy De Rop, a compor o júri da 4ª edição do prêmio Orange Academy 

O programa é elaborado com o apoio da Rotterdam School of Management e da Erasmus University na Holanda e busca reunir jovens profissionais para que eles possam compartilhar conhecimentos, aprender e crescer. 

Durante 8 semanas, os talentos – selecionados entre diversas empresas holandesas de destaque no Brasil – ficam imersos em sessões interativas e online com palestrantes experientes das mais diversas áreas. 

Ao fim do período, os participantes trabalham em grupos para apresentar um estudo de caso a um júri profissional durante a cerimônia de graduação. E os vencedores ganham uma viagem de descoberta à Holanda!  

Assista à Cerimônia de Graduação do Prêmio Orange Academy:

Gostaríamos de agradecer a Peggy De Rop pela oportunidade de compartilhar conhecimentos junto a jovens profissionais tão inspiradores! 

Gostaria de se juntar a nós na realização de um dos maiores projetos de restauração ecológica do planeta? Faça parte dos Primeiros 600 AQUI.

[Vídeo] Fazenda Santa Fé e Black Jaguar: uma parceria de sucesso!

By News Home

A Fazenda Santa Fé foi uma das primeiras propriedades rurais a se tornar parceira da Black Jaguar Foundation, ainda em 2016. E agora nós decidimos documentar essa parceria de sucesso em um vídeo incrível! Confira: 

Conheça a história da parceria entre a Fazenda Santa Fé e a Black Jaguar Foundation:

O compromisso com a natureza fez com que o grupo Agropastoril do Araguaia acreditasse em nosso projeto de restauração ecológica, o Corredor de Biodiversidade do Araguaia, e apostasse na iniciativa. 

Projeto Piloto: o início de tudo

Foi assim que, na temporada de plantio 2018/2019, iniciamos nosso Projeto Piloto na Fazenda Santa Fé, com o plantio de 20 mil árvores. E os resultados podem ser vistos, inclusive, por imagens de satélite! 

Desde então, o trabalho avançou. Até a temporada de plantio 2022/2023, foram plantadas 120 mil árvores em cerca de 60 hectares. Confira o antes e o depois: 

A Fazenda Santa Fé foi também onde construímos o segundo viveiro da Black Jaguar Foundation. A propriedade foi a casa de milhares de mudas produzidas pela nossa equipe de campo e que hoje crescem e formam o Corredor de Biodiversidade do Araguaia! 

Áreas de restauração com quase 5 anos de idade

Mas o trabalho não para por ! Além de estarmos com atividades recentes na fazenda, também estamos monitorando as áreas com quase 5 anos de idade! Confira algumas imagens da floresta estabelecida:

Ver esses excelentes resultados nos incentiva a trabalhar cada vez mais para a realização do Corredor de Biodiversidade do Araguaia. E esperamos que essas histórias de sucesso incentivem outras pessoas a apoiarem nosso projeto. Doe árvores e junte-se a nós! 

Would you like to join us in realizing one of the longest biodiversity corridors on Earth? Become one of the First 600 to join our mission of hope and action HERE.

CAIXA Econômica Federal, parceira Black Jaguar, visita Corredor de Biodiversidade do Araguaia

By News Home

A equipe técnica do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal, que nos apoia no plantio de um milhão de árvores, visitou o Corredor de Biodiversidade do Araguaia para testemunhar o impacto transformador do trabalho que estamos realizando na região! 

Durante o encontro, nossas parceiras se encontraram com coletores da Ressemear (Rede de Sementes do Araguaia), foram às escolas onde realizamos ações ambientais e visitaram as áreas de restauração das últimas temporadas de plantio. Confira como foi a programação:  

Visita aos assentamentos rurais e troca de experiências com coletores e coletora da Ressemear.

Iniciamos a programação em Caseara (TO), em uma visita ao assentamento Onalício Barros. , nossas parceiras, tiveram a oportunidade de conversar com Maria do Socorro e Janderlan, casal de coletores da Ressemear (Rede de Sementes do Araguaia), e testemunharam o papel crucial da Black Jaguar na educação ambiental e na geração de renda e oportunidades para as comunidades locais 

Ações de educação ambiental em Santana do Araguaia

Já em Santana do Araguaia (PA), nossas visitantes nos acompanharam até a APAE local para conversarmos com as pessoas atendidas e responsáveis pela organização. Neste ano, nós tivemos a oportunidade de realizar uma ão de educação ambiental no Dia da Terra em que as crianças puderam plantar árvores nativas.  

Em seguida, fomos à Escola Infantil D. Elisa, onde celebramos o Dia da Água e das Florestas, em uma ação com palestras e distribuição de sementes nativas para 460 crianças entre 4 e 6 anos. 

O ciclo da restauração ecológica

Ainda em Santana do Araguaia, nós visitamos uma área de restauração com 2 anos de idade. , nossas visitantes puderam presenciar o resultado direto do ciclo da restauração, em uma área de preservação permanente à beira de uma represa onde se presencia uma restauração bem formada. 

O dia encerrou com uma visita ao Viveiro Florestal da Black Jaguar, onde Norivânia Diniz, analista de produção de mudas, explicou os processos de germinação e produção de milhares de mudas nativas para a próxima temporada de plantio. 

Roda de conversa com grupo de coletores em Barreira do Campo

O último dia de visita foi dedicado a uma roda de conversa com o grupo de coletores de sementes na região ribeirinha da Barreira do Campo, às beiras do rio Araguaia. Eunice e Pedro Gomes, Creusa Guevara e sua filha Andreia, Aldeir Dias e mais outros 8 coletores compartilharam suas experiências, desafios e conquistas na rede de sementes. 

Eunice e Creusa relataram suas experiências desde o início do grupo de coleta, destacando a importância de ampliar a base de clientes e a demanda por sementes para garantir a renda dos coletores. Aldeir, por sua vez, relatou sua trajetória de superação de problemas de saúde e sua nova função no grupo, acompanhando as negociações de compradores externos e demais parceiros. 

Histórias que Inspiram e Transformam

Ao longo da semana, as visitantes da Caixa e o time da Black Jaguar tiveram a oportunidade de vivenciar de perto a transformação que o trabalho de restauração ecológica proporciona na região do Araguaia.  

As histórias das coletoras de sementes, dos beneficiários das ações de educação ambiental e dos líderes comunitários serviram como inspiração e reforçaram o compromisso da organização com a preservação ambiental e o desenvolvimento social. 

A equipe da Black Jaguar agradece a todos que contribuem para o sucesso da restauração, especialmente ao Fundo Socioambiental da Caixa, pelo seu apoio à nossa missão no Corredor de Biodiversidade do Araguaia, e às comunidades do Araguaia, por sua acolhida calorosa e pela oportunidade de compartilhar suas histórias. 

Gostaria de se juntar a nós na realização de um dos maiores projetos de restauração ecológica do planeta? Faça parte dos Primeiros 600 AQUI.